Notícias

Alunos aprendem a comer lanche saudável e pedir nota fiscal - 07/08/2019
Crédito: Júlio Hanauer

Legenda: Após o pagamento a

Os 20 alunos da turma Maternal B, da EMEI Descobrindo a Vida, participaram de uma divertida e educativa dinâmica na tarde desta terça-feira, 7. Na sala, os alunos estavam em uma lanchonete fictícia, mas com comida de verdade. Conforme a professora Glades Lauermann, a ideia é apresentar aos alunos como pode ser divertido ter uma alimentação saudável e criar hábitos de educação fiscal.

As próprias crianças simularam o atendimento realizado em uma loja de Fast Food. Bryan Nied, 3 anos, anotava o pedido das colegas e entregava a elas hambúrgueres com alface, tomate e bife, além de maçã, banana, suco natural de laranja e bolo de cenoura. "Pedimos para os pais mandarem mudas de alface e plantamos na escola. Hoje colhemos para utilizar como ingrediente no hambúrguer", afirma Glades.

Para inserir a educação fiscal na atividade, com notas de dinheiro falsas as crianças pagaram o lanche depois de comer. O pagamento foi feito no caixa, onde o dinheiro era guardado e a nota fiscal disponibilizada após o "cliente" pedir. Mesmo pequenos, os alunos conseguem entender a importância do pedido da nota em mercados e outras lojas. Segundo a professora, para deixar a ação mais divertida, a escola criou o mascote com trajes alemães, relacionando com a cultura da cidade, onde são depositados os cupons da compra.

A aula diferente também fez parte do Programa de Integração Tributária (PIT). Desenvolvido nas escolas de Maratá. A partir dessas atividades, os estudantes percebem que para ter verbas para saúde, segurança e escola, é preciso pedir a nota fiscal das compras. Bryan Nied já sabe: após o pagamento do lanche é preciso pedir a notinha para fazer dinheiro novamente.


horas

Horário de Atendimento

Segunda a Sexta
8h às 12h
13h às 17h

Contato Rápido

Desenvolvido por Stratton Soluções Públicas 2013 - 2019 ® Todos os Direitos Reservados