Notícias

Escolas Trabalham a Páscoa de antigamente - 22/04/2014

Escola de Uricana também relembra a páscoa de antigamente

Nas últimas semanas, a Escola Municipal Lúdia Araújo Viegas de Uricana, trabalhou em sala de aula, sobre os costumes da Páscoa de antigamente, onde os alunos tiveram que conversar com os familiares mais idosos sobre o tema, o qual fez parte da páscoa de muitas escolas da rede Municipal de Ensino de Maratá. E para dar um toque diferente, o educandário não produziu ninhos e cestinhos, mas sim, bolsinhas de tecido (os tecidos de saco de açúcar de antigamente), já os alunos realizaram os desenhos com temas de páscoa no tecido, trabalhando também o artesanato. Segundo o Diretor da Lúdia Araújo Viegas, Sírio Nonnemacher, o coelho trouxe às crianças, presentes que os familiares ganhavam quando pequenos, como doces coloridos, ovo de galinha pintado, casquinhas de ovos com amendoim, pé-de-moleque, e também um coelho de chocolate. O pacote foi finalizado com um tope feito de retalhos de roupas velhas. A Secretaria Municipal de Educação agradece e parabeniza todas as escolas municipais pelo envolvimento e dedicação no desenvolvimento dos trabalhos realizados durante a Páscoa, todos focados no tema: Resgatando nossas raízes, construindo nossa história! e este projeto terá sua continuidade durante o ano letivo, onde serão trabalhados outros temas.

Por Júlio Hanauer

EMEI resgata a páscoa de antigamente

A Escola Municipal de Educação Infantil Descobrindo a Vida, que faz parte da rede municipal de ensino de Maratá, está trabalhando intensamente com o projeto proposto pela SMED da cidade, o qual tem como título "Resgatando nossas raízes, construindo nossa história". E o tema de resgatar foi aplicado na páscoa, onde a proposta feita aos alunos foi de confeccionar com seus pais, ninhos com materiais e modelos de antigamente, para assim os alunos perceberem como era a páscoa na época de seus pais. E o resultado do trabalho foi excelente. Segundo a diretora da escola, Clarine Sebastiana Pittelkow Luft, chegaram até o educandário, diversos tipos e formas de ninhos, alguns feitos com chapéu de palha, barba de pau, pétalas de flores, caixas de sapato, cestos de vime, papel crepom, entre outros materiais. A ideia partiu da reunião mensal, realizada com as professoras e monitoras, e então foi proposto o trabalho. "O principal objetivo é a participação dos pais no trabalho e vida escolar dos filhos, de modo a estimular a união familiar", destacou a Diretora Clarine. Foi resgatado também, o ovo de açúcar, o qual foi depositado em cada ninho. Neste ano a chocotosa não passou pelas escolas, mas na EMEI, bem como em todos os educandários do município, o coelho veio logo cedo e deixou os presentes, pegadas e conferiu os excelentes trabalhos desenvolvidos pela secretaria municipal da Educação de Maratá. A diretora fez um agradecimento especial às professoras, funcionárias e aos pais, pois todos foram os principais desenvolvedores do projeto. Já para o próximo ano, o foco será o estímulo à alimentação saudável, e para isso serão colocadas frutas nos cestinhos dos alunos.

Por Júlio Hanauer

Projeto anual também é trabalhado na páscoa

Este ano nossos alunos da Escola Municipal Albino Cassel, de Boa Esperança foram desafiados a ir em busca do resgate dos ninhos que seus avós e pais faziam quando crianças para esperar o coelho da Páscoa.  Os ninhos foram confeccionados com material simples como caixas de sapatos, de papelão, barba de pau, macela, papel crepom e até capim.

A aluna Sibele Schneider veio contando que o seu vizinho Evaldo Scheurer relatou que na sua infância, na época da Páscoa, costumavam fazer seus ninhos debaixo dos pés de aipim usando palha. No dia seguinte amanheciam com o ninho cheio de ovos de galinha pintados. Com esta colocação foram desafiados a irem buscar novos contos que devem ser registrados e, posteriormente, transformados em histórias em quadrinhos.


Texto enviado pela Escola.


horas

Horário de Atendimento

Segunda a Sexta
8h às 12h
13h às 17h

Contato Rápido

Desenvolvido por Stratton Soluções Públicas 2013 - 2019 ® Todos os Direitos Reservados