Notícias

COMUNICADO IMPORTANTÍSSIMO PARA A VIDA DE TODOS - 26/06/2020
Crédito: Júlio Hanauer

Este texto é para você, cidadão marataense, e também para você que ama o município de Maratá. Estamos aqui para falar de coronavírus. Sim, é um assunto que está todos os dias na televisão, nas rádios, nos jornais e nas suas conversas com outras pessoas. Mas há, ainda, muito o que falar. Principalmente agora que chegou o inverno e o período mais crítico da pandemia no Rio Grande do Sul.

Escrevemos para que todos tenham consciência do que está acontecendo ao nosso redor, principalmente dentro dos hospitais da região. Mesmo que você não acredite na doença, pense que ela é leve ou que nada vai acontecer, leia, reflita e pense na saúde dos seus familiares, das pessoas que você ama.

Somente ontem, 24 de junho de 2020, foram notificados 1.162 novos casos no estado e 23 novas mortes. São 383 municípios que registraram infectados por coronavírus e 70,8% dos leitos de UTI estão ocupados nos hospitais gaúchos. A Covid-19 terminou com 500 vidas desde março de 2020 aqui no Rio Grande do Sul.

Cientistas do mundo inteiro pesquisam o avanço da doença, quais os sintomas, como se comporta o vírus, quanto tempo ele sobrevive em superfícies, correndo contra o tempo para desenvolver uma vacina que imunize a população contra o novo vírus. Além disso, estudam quais medicamentos podem ser eficazes no tratamento da Covid-19. Mas a solução não vem do dia para a noite. É preciso pesquisar, estudar, testar e comprovar.

Maratá possui hoje, quinta-feira, 25 de junho, NOVE casos confirmados, sendo três ativos. Para uma cidade com apenas cerca de 2.700 habitantes é muito. Trazemos um exemplo. Porto Alegre tem 143.1 casos para cada 100 mil habitantes. Na mesma proporção, Maratá tem mais de 333 casos por 100 mil habitantes.

Ninguém quer perder ninguém. Não queremos que nossos familiares adoeçam, sofram e morram. Por isso, é importante nos atentarmos aos dados, aos protocolos de prevenção e ao cuidado com a nossa saúde, mas principalmente com a saúde de todos.

Os hospitais da região estão enfrentando dificuldades por conta da pandemia. Faltam médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e outros profissionais da área, pois muitos estão sendo contaminados por estarem na linha de frente do combate à doença. O Hospital Montenegro iniciou a semana com todos os leitos de UTI ocupados, inclusive com pacientes que estavam com a Covid-19. E o HM é nossa referência caso algum paciente necessite de internação. Os hospitais de Canoas também enfrentam superlotação, escassez de profissionais, equipamentos e demais materiais.

Estamos no período do inverno, portanto, as doenças respiratórias aumentam e a quantidade de pessoas internadas também. Porém, com a pandemia do novo coronavírus a situação só piora. Se não nos conscientizarmos, a situação pode agravar. Em apenas três semanas, o número de casos dobrou no município. Portanto, devemos TRIPLICAR os cuidados. Seguindo os protocolos de prevenção e cuidados, você também está respeitando e contribuindo com os profissionais da área da saúde. Isso é empatia, é se colocar no lugar do próximo.

Primeiramente, fique calmo e apenas siga as orientações. Evite circular pela cidade sem necessidade. Não provoque ou esteja perto de aglomerações de pessoas. Use máscara sempre que sair de casa, pois o uso é OBRIGATÓRIO. Lave as mãos com água e sabão diversas vezes ao dia. Mantenha o distanciamento físico com cerca de 2 (dois) metros de afastamento das pessoas. Deixe apenas uma pessoa da família ir ao mercado, de preferência que não seja do grupo de risco. Proteja idosos. Mantenha as crianças em casa ou, no máximo, em seus pátios, sem contato com outras pessoas.

Idosos acima de 60 anos permaneçam SEMPRE em casa, deixem suas residências bem arejadas. De preferência fique seguro em casa, evitando viajar para outras cidades, principalmente nas que possuem números altos de infectados. Ao retornar com suas compras, passe um pano com álcool e jogue fora as sacolas plásticas.

Também é preciso ficar atento aos sintomas: coriza, tosse seca, e principalmente febre e falta de ar. Se apresentar os dois últimos sintomas, ligue imediatamente para o Plantão (996 548 322). Se apresentar outros sintomas de gripe e suspeitar de coronavírus, ligue para a Vigilância em Saúde de Maratá (996 997 722) para receber orientações e avaliação do caso. Quem teve contato com pessoa com SUSPEITA OU CONFIRMAÇÃO para Covid-19, deve comunicar imediatamente a Vigilância em Saúde do município. Estamos à disposição da comunidade para qualquer dúvida e informação. Fique bem, isso vai passar! 


horas

Horário de Atendimento

Segunda a Sexta
8h às 12h
13h às 17h

Contato Rápido

Desenvolvido por Stratton Soluções Públicas 2013 - 2020 ® Todos os Direitos Reservados